Assine a petição

em apoio ao Centro de Formação Paulo Freire localizado no Assentamento Normandia e repúdio ao pedido de despejo

Abaixo-assinado

Nós, signatários deste abaixo assinado, nos dirigimos às autoridades nacionais e internacionais, respeitosamente, para manifestar nosso apoio à Associação Centro de Capacitação Paulo Freire (ACCPF) e ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Em repúdio ao pedido de despejo da área coletiva em Caruaru (PE), onde desde 1999, funciona o Centro de Formação Paulo Freire (CFPF). A área ainda abriga a Cooperativa de Produção Agropecuária de Normandia, pólo pedagógico, cultural e de produção da agroindústria e agropecuária responsável pela distribuição de alimentos que abastecem 20 municípios do agreste até à região metropolitana de Pernambuco.

Seria uma perda irreparável o despejo deste espaço comunitário e cooperativo. Pois, o Centro de Formação Paulo Freire promove há 20 anos a educação do campo e suas ciências, sendo uma escola popular do campo de referência nacional. Onde passaram mais de 100.000 pessoas, contando com 8.000 estudantes formadas(os) em cursos de especialização próprios e vinculados à diversas instituições de ensino federais e estaduais.

Além disso, o Assentamento Normandia é pólo produtivo de alimentos livres de agrotóxicos. Chegando à produzir anualmente até 100 toneladas de carnes nobres, mais de 180 toneladas de pães e bolos e mais de 200 toneladas de raízes e tubérculos. Estes alimentos compõem a merenda escolar de 400 escolas do Estado de Pernambuco e 60% da merenda escolar só de Caruaru.

Tal ataque afeta diretamente o desenvolvimento da produção da agroindústria e agropecuária, vulnerabilizando a economia rural, o cooperativismo, a agroecologia, a educação e saúde do campo e a segurança alimentar do Estado. Bem como, a preservação de suas reservas locais gerada por uma produção sustentável. Desta forma, a ameaça de reintegração de posse tomada por parte do INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), conforma um plano ofensivo que afetaria não só as(os) trabalhadoras(es) rurais já assentadas(os), mas também toda a rede que é abastecida e beneficiada pelo mesmo.

Ao invés do despejo, reivindicamos, o direito ao desenvolvimento de uma cidadania plena para a população do campo. Mais investimento no patrimônio imensurável construído por muitas mãos. E esperamos assim, que o INCRA cumpra sua missão no que se refere à preservação e execução das políticas nacionais voltadas para à reforma agrária e democratização do direito à terra.

(1) Equipamentos que compõem o Centro de Formação Paulo Freire:
- Casarão com capacidade para abrigar 240 pessoas
- Auditório que comporta 800 pessoas
- Alojamento para 300 pessoas
- Cozinha e refeitório
- Telecentro
- Agroindústrias produtoras de carnes, panificação, raízes e tubérculos;
- Casa da Juventude
- Academia das Cidades
- Academia do Campo
- Quadra esportiva
- Ciranda Infantil (creche)
- Igreja da comunidade.

(2) Instituições que utilizam do centro:
- UFPE (Universidade Federal de Pernambuco)
- UPE (Universidade de Pernambuco)
- IFPE (Instituto Federal de Pernambuco)
- FIOCRUZ (Faculdade Oswaldo Cruz)
- UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco)
- UFRPE/UAG (Universidade Federal Rural de Pernambuco/Unidade Acadêmica de Garanhuns)
- IPA (Instituto Agronômico de Pernambuco).

**your signature**

6,371 signatures

Compartilhe:

     

Brasil em defesa do Centro Paulo Freire

O Centro é um dos principais espaços de educação popular do país. Foi fundado por famílias assentadas vinculadas ao MST em uma área de 15 hectares do Assentamento Normandia em Caruaru, PE. Um espaço com estruturas e processos de educação, cultura e produção que desde 1999 tem mudado pra melhor a vida no Agreste e Sertão de Pernambuco.

0
pessoas já participaram de atividades no Centro nestes 20 anos
0
estudantes formados em cursos próprios ou de instituições públicas
0
camponeses processam seus alimentos nas agroindústrias instaladas na área
0%
da merenda escolar de Caruaru vem de assentamentos e é processada no Centro.
Loading...

Depoimentos

Reportagens